Falaa energista!

Hoje vou te apresentar mais sobre a Gestão de Energia.

Primeiramente imagine que eu tenho uma indústria e um pedido de 35.670 unidades de um determinado produto foi realizado.

Departamentos de projeto, fabricação, financeiro, contábil e comercial iniciam as atividades. A matéria-prima chega e, assim, elétrons em constante agitação.

De ante mão vários processos trabalham a todo vapor para entregar o pedido.

É Energista… na minha indústria, cada departamento faz parte da cadeia do processo. E todos trabalham em prol de fornecer ao cliente um produto de qualidade com preço justo.

Sempre tento reduzir os custos. Por exemplo, lá na área de suprimentos, eu negocio com meu fornecedor um desconto na compra da matéria-prima.

Além do mais, lá na área fiscal aplico o retorno de créditos dos tributos pagos.

Mas, nos últimos tempos, o que mais me preocupou foi a energia elétrica. Pensei comigo:

É só pagar a fatura? Fazer manutenções ou projetos de eficiência energética?

Será que posso fazer uma gestão desse insumo? Vai impactar diretamente no custo do produto?

Muitas dessas perguntas que comentei no exemplo da minha suposta indústria, são perguntas que muitos empresários e gestores fazem.

Bora descobrir como eu e você podemos resolver isso?

QUAIS EMPRESAS PRECISAM GERENCIAR SUA ENERGIA?

Atualmente pequenas indústrias não conhecem ou tem receio de escolher seu fornecedor de energia.

“E se a luz acabar, o que farei?
Pagar mais do que uma fatura de energia?
Que difícil tudo isso…..”

Essas e muitas outras perguntas surgem quando empresas participantes do mercado livre de energia batem a porta.

E, sendo assim, que tal descomplicarmos?

Conforme a CCEE, o consumo industrial representa 80% do mercado livre de energia. Desse percentual fazem parte os consumidores livres e especiais.

A classe de migração que mais cresce é a do consumidor especial. Mas quem é esse consumidor?

É a pequena indústria que decidiu aprimorar a gestão de custos e o consumo de energia elétrica.

Na última contabilização da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE), havia mais de 9 mil agentes, sendo:

– 6.834 consumidores especiais e
– 978 consumidores livres.

Nos últimos anos, principalmente em 2016, o mercado livre cresceu, pois, o consumidor foi, e está, em busca de seu espaço e competitividade.

Segundo, o InfoMercado Mensal, ao todo, mais de 30% do consumo de energia em todo o país está no mercado livre.

Para a indústria escolher seu fornecedor de energia e, assim, migrar para o mercado livre, há alguns requisitos a serem atendidos.

Um dos requisitos é o enquadramento da demanda contratada, conforme tabela abaixo:

Enquadramento de demanda para mercado livre de energia

Nesse sentido, o consumidor especial tem um importante papel no setor elétrico: promover a energia renovável.

O consumidor enquadrado como especial só pode adquirir energia de fontes incentivadas, ou seja, proveniente de pequenas centrais hidrelétricas, geração eólica, solar e biomassa.

A aquisição deste tipo de energia traz benefícios ao comprador, além da sustentabilidade, proporciona descontos de até 100% na tarifa de uso do sistema de distribuição.

Quanto valor agregado possui a energia elétrica, não é?

O consumo torna-se parte da estratégia da empresa quando é conhecido, quando possui gestão, quando a liberdade de escolha é possível.  

Além do mais, é com a gestão desse insumo que reduz o valor do produto final para o cliente.

VANTAGENS DA GESTÃO DE ENERGIA

A pequena indústria, em busca de redução de custos, precisa compreender as oportunidades do mercado livre de energia, e a melhor resposta se chama previsibilidade.

Dentre as diversas incertezas e dificuldades do mundo empresarial, ter previsibilidade de custos é estratégico e reflete em oportunidades.

Com as particularidades de cada negócio, o consumidor que decide migrar para o mercado livre ganha a liberdade de escolher seu fornecedor, não só de matéria-prima, mas também de sua energia elétrica.

Nesse sentido, negociar preços, período de contratação (curto a longo prazo) garantem um melhor gerenciamento de toda a cadeia do processo produtivo.

Logo: muitas possibilidades, previsibilidade e sustentabilidade.

Até a próxima!!
Joi e Equipe

Se ficou com dúvidas sobre o assunto, o curso de Mercado de Energia é a sua oportunidade para conhecer tudo sobre o mercado de energia e gestão de energia.

Aquecimento Solar

Conceitos iniciais. Conhecimento de Coletores e Boilers. Projeto SAS - Sistema de Aquecimento Solar. Planilha de Dimensionamento Aquecimento Solar. Como Dimensionar projeto SAS. Aquecimento Solar e Aquecimento Piscina. MasterClass de Aquecimento Solar.

Energia Fotovoltaica

Principais Conceitos. Conhecimento de equipamentos de usinas FV. Visita Técnica, Solicitação de Acesso, Solicitação de Vistoria. Comissionamento. Licenciamento Ambiental SC. Erros em sistemas FV. Usinas Solares Centralizadas (Outorga ANEEL e Medição de dados Solarimétricos). Como dimensionar um sistema conectado à rede. Dimensionamento de sistema Off-grid. Planilha de Dimensionamento On-grid. Vendas. Estudos Econômicos e Fluxo de Caixa Grandes Usinas na GD.

Eficiência Energética

Práticas de Eficiência Energética. Como fazer uma Auditoria Energética. Eficiência aplicada na iluminação. Planilha de Eficiência Energética para substituição de lâmpadas. Planilha de Gestão e Análise de Modalidades Tarifárias. Eficiência aplicada às edificações. Gestão de Energia (ISO 50.001).

Tarifa e Fatura de Energia

Manual da Conta de Energia. Minicurso Estrutura Tarifária. Estrutura e Composição Tarifária. Planilha de Modalidade Tarifária. Gestão de Energia no Agronegócio.

Energia Eólica

Conceitos iniciais. Medição de Dados Anemométricos. Potência do Vento. Materiais e propriedades construtivas do Aerogerador. Outorga e Implantação de usina eólica. Planilhas de Prospecção de Potencial Energético (usando dados de medição de vento real e dados de vento estimados do local).

Biomassa

Introdução, Conceitos, Tipo, Conversão e Usos da Biomassa. Como fazer cálculo de produção de biogás. Planilha de Geração de Biogás de Suínos, de Aterro Sanitário e de Efluentes. Dimensionamento Biodigestores. Outorga ANEEL.

Energia Hidrelétrica

Conceitos iniciais. Componentes de uma Usina e Medição de dados Fluviométricos. Processo de Outorga de Água. Usos da Água. Projeto Básico. Etapas de Projeto Básico. Prospecção de Potencial Energético (Planilha cálculo para CGH). Planilha de potência mecânica e elétrica. Estudos Econômicos e Fluxo de Caixa de Usinas.

Energias Renováveis e Carreira

Introdução às Energias Renováveis. Energia Geotérmica. Energia Maremotriz e das Ondas. Performance de Sistemas de Geração de Energia. Oportunidades na prática no setor. Como descobrir o melhor cargo para você conforme sua personalidade. Características e ferramentas para ser um profissional valorizado. Jornada do Profissional de Energia. Maratona do Profissional de Energia.

Novas Tecnologias


Energia Eólica Off-Shore. Hidrogênio Verde. Armazenamento de energia - baterias. Planilha de baterias para sistemas off-grid e para sistemas híbridos. Mercado de Carbono. Implantação de ESG. Planilha de baterias para sistemas off-grid e para sistemas híbridos

Curso Carregadores Elétricos – Sua nova fonte de renda

Setor Elétrico e Geração Distribuída

Introdução ao setor elétrico. Conhecendo órgãos regulamentadores do setor. Agenda regulatória da Aneel. Desmitificando conceitos complexos e temas polêmicos (Garantia de Suprimento, PLD horário, Separação Lastro e Energia, GSF...). Planilha de Estudos Econômicos Financeiros. Modernização do setor elétrico. Processo de Compensação de Energia. Novas Regras da Geração Distribuída (Lei 14.300/2022). Resolução 1000/2021. Planilha para cálculo de Simultaneidade. Performance de sistemas de geração de energia: Fator de Capacidade e PR. Planilha de cálculo Fator de Capacidade.

Mercado Livre de Energia

Conceitos iniciais. Processo de Abertura do Mercado Livre. Por dentro de uma Comercializadora de Energia (Front, Back e Middle Office). Migração para o Mercado Livre. Planilha de Estudo de Viabilidade para Mercado Livre. Processo de Adesão na CCEE. Geradores de Energia (Produtor Independente e Autoprodutor).