Diferença entre ACR e ACL

Você já começou a estudar sobre Mercado de Energia e se deparou o tempo todo com essas siglas: ACR e ACL?
Sabe qual a diferença entre ACR e ACL? 

Neste artigo vou te ensinar o que é o ACR, o que é o ACL, qual a distinção entre eles e se há possibilidade de migrar de uma ambiente para outro.

Primeiramente, essas duas siglas se referem aos dois ambientes de compra e venda de energia no país, sendo que ACR – Ambiente de Contratação Regulada = mercado cativo e ACL – Ambiente de Contratação Livre = mercado livre.

O que é ACR - Ambiente de Contratação Regulada?

O ACR é também chamado de Mercado Cativo ou Mercado Regulado. É o segmento no qual se encaixam, por exemplo, os consumidores residenciais.

Neste ambiente, a energia é comprada pelas Distribuidoras de Energia por meio de leilões e o preço é determinado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL).

Aliás, no ACR, o consumidor é chamado de cativo e pode comprar energia somente da concessionária responsável por vender energia em sua região. Dessa forma, não existe flexibilidade para escolha do fornecedor de energia.  

Portanto, o valor pago pela energia é influenciado pelo sistema de bandeiras tarifárias e cada unidade consumidora paga uma fatura mensal, que inclui o serviço de distribuição e a geração de energia.

Porém, neste ambiente existe a possibilidade do consumidor gerar a própria energia por meio da micro e mini geração distribuída, no chamado sistema de compensação de energia.

ACR

O que é ACL - Ambiente de Contratação Livre?

Em contrapartida o Ambiente de Contratação Livre (ACL) é conhecido popularmente como Mercado Livre. Neste ambiente, os consumidores podem negociar livremente as condições de compra de energia elétrica direto com as geradoras ou comercializadoras.

No Mercado Livre, o consumidor possui dois contratos:  um com a distribuidora, pelo uso do fio de transmissão e distribuição, e outro com a geradora, pela compra da energia.

Nesse sentido, a fatura paga pelo serviço de transporte feito pela concessionária local tem preço regulado. Já as condições de compra de energia, (preço, prazo e volume) são livremente negociadas.

Todavia, neste modelo, o consumidor pode encontrar melhores condições e benefícios, como poder de escolha da fonte de energia, ter previsibilidade de custos mensais de energia e economia.

Posso migrar do Ambiente Regulado para o Ambiente Livre?

Atualmente, os estabelecimentos que desejam migrar do ACR para o ACL devem cumprir requisitos mínimos: 0,5 MW de demanda contratada ou aproximadamente R$40.000,00 na fatura de energia elétrica.

Além disso, caso o consumidor não possua demanda suficiente para operar sozinho no Ambiente de Contratação Livre, é possível realizar comunhão de cargas com outras unidades consumidoras para atingir o nível mínimo de demanda de 500 kW.

Nesse sentido, empresas vizinhas (sem separação por vias públicas) ou com a mesma raiz de CNPJ, somam suas demandas para chegar ao mínimo para migrar. Para entender melhor sobre comunhão de cargas acesse aqui o artigo.

Qual a diferença entre ACR e ACL

Antes de tudo a principal diferença entre Ambiente de Contratação Regulada (ACR) e Ambiente de Contratação Livre (ACL) está no modelo de contratação de energia elétrica. 

No ACL o consumidor pode negociar as condições de preço, prazo e volume diretamente com a geradora ou comercializadora. Já no ACR, os valores praticados são estabelecidos pelo governo, por meio da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL).

Porém, essa não é a única diferença. Na figura abaixo eu vou te apresentar quais são as particularidades de cada um dos ambientes de contratação de energia elétrica no Brasil.

Diferença entre ACR e ACL

Entendeu a diferença entre o Ambiente de Contratação Regulada e o Ambiente de Contratação Livre?

Energista se tiver dúvidas acesse nosso curso de Mercado de Energia e entenda tudo sobre esses ambientes de contratação de energia.

Até a próxima!
Joi e Equipe Energês.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Aquecimento Solar

Conceitos iniciais. Conhecimento de Coletores e Boilers. Projeto SAS - Sistema de Aquecimento Solar. Planilha de Dimensionamento Aquecimento Solar. Como Dimensionar projeto SAS. Aquecimento Solar e Aquecimento Piscina. MasterClass de Aquecimento Solar.

Energia Fotovoltaica

Principais Conceitos. Conhecimento de equipamentos de usinas FV. Visita Técnica, Solicitação de Acesso, Solicitação de Vistoria. Comissionamento. Licenciamento Ambiental SC. Erros em sistemas FV. Usinas Solares Centralizadas (Outorga ANEEL e Medição de dados Solarimétricos). Como dimensionar um sistema conectado à rede. Dimensionamento de sistema Off-grid. Planilha de Dimensionamento On-grid. Vendas. Estudos Econômicos e Fluxo de Caixa Grandes Usinas na GD.

Eficiência Energética

Práticas de Eficiência Energética. Como fazer uma Auditoria Energética. Eficiência aplicada na iluminação. Planilha de Eficiência Energética para substituição de lâmpadas. Planilha de Gestão e Análise de Modalidades Tarifárias. Eficiência aplicada às edificações. Gestão de Energia (ISO 50.001).

Tarifa e Fatura de Energia

Manual da Conta de Energia. Minicurso Estrutura Tarifária. Estrutura e Composição Tarifária. Planilha de Modalidade Tarifária. Gestão de Energia no Agronegócio.

Energia Eólica

Conceitos iniciais. Medição de Dados Anemométricos. Potência do Vento. Materiais e propriedades construtivas do Aerogerador. Outorga e Implantação de usina eólica. Planilhas de Prospecção de Potencial Energético (usando dados de medição de vento real e dados de vento estimados do local).

Biomassa

Introdução, Conceitos, Tipo, Conversão e Usos da Biomassa. Como fazer cálculo de produção de biogás. Planilha de Geração de Biogás de Suínos, de Aterro Sanitário e de Efluentes. Dimensionamento Biodigestores. Outorga ANEEL.

Energia Hidrelétrica

Conceitos iniciais. Componentes de uma Usina e Medição de dados Fluviométricos. Processo de Outorga de Água. Usos da Água. Projeto Básico. Etapas de Projeto Básico. Prospecção de Potencial Energético (Planilha cálculo para CGH). Planilha de potência mecânica e elétrica. Estudos Econômicos e Fluxo de Caixa de Usinas.

Energias Renováveis e Carreira

Introdução às Energias Renováveis. Energia Geotérmica. Energia Maremotriz e das Ondas. Performance de Sistemas de Geração de Energia. Oportunidades na prática no setor. Como descobrir o melhor cargo para você conforme sua personalidade. Características e ferramentas para ser um profissional valorizado. Jornada do Profissional de Energia. Maratona do Profissional de Energia.

Novas Tecnologias


Energia Eólica Off-Shore. Hidrogênio Verde. Armazenamento de energia - baterias. Planilha de baterias para sistemas off-grid e para sistemas híbridos. Mercado de Carbono. Implantação de ESG. Planilha de baterias para sistemas off-grid e para sistemas híbridos

Curso Carregadores Elétricos – Sua nova fonte de renda

Setor Elétrico e Geração Distribuída

Introdução ao setor elétrico. Conhecendo órgãos regulamentadores do setor. Agenda regulatória da Aneel. Desmitificando conceitos complexos e temas polêmicos (Garantia de Suprimento, PLD horário, Separação Lastro e Energia, GSF...). Planilha de Estudos Econômicos Financeiros. Modernização do setor elétrico. Processo de Compensação de Energia. Novas Regras da Geração Distribuída (Lei 14.300/2022). Resolução 1000/2021. Planilha para cálculo de Simultaneidade. Performance de sistemas de geração de energia: Fator de Capacidade e PR. Planilha de cálculo Fator de Capacidade.

Mercado Livre de Energia

Conceitos iniciais. Processo de Abertura do Mercado Livre. Por dentro de uma Comercializadora de Energia (Front, Back e Middle Office). Migração para o Mercado Livre. Planilha de Estudo de Viabilidade para Mercado Livre. Processo de Adesão na CCEE. Geradores de Energia (Produtor Independente e Autoprodutor).