Como Fazer a Manutenção e Limpeza do Sistema Fotovoltaico
Menu fechado

COMO FAZER A MANUTENÇÃO E LIMPEZA DO SISTEMA FOTOVOLTAICO

Olá Energista! Hoje vou te falar o tipo de manutenção e limpeza que devemos fazer no sistema fotovoltaico.

Vem comigo, que vou lhe explicar tudinho o que é necessário para o sistema continuar funcionando. E qual a manutenção necessária para o sistema fotovoltaico.

Como todo investimento em estrutura física, é necessário ter uma certa manutenção para evitar a deterioração dos equipamentos.

O sistema FV tem a vantagem de não ter muita peça móvel, de ser um sistema fixo. A maior manutenção que temos é a limpeza dos módulos fotovoltaicos. Mas, não é só isso não.

Existem 3 tipos de manutenção: a preditiva, a periódica e a corretiva. Os itens que basicamente precisam de manutenção são: estruturas de fixação, módulos fotovoltaicos, inversores, string box, cabos e conectores DC.

Manutenção Preditiva

De ante mão, a manutenção preditiva do sistema fotovoltaico consiste em realizar uma inspeção visual periódica nos módulos fotovoltaicos a fim de identificar arranhões, manchas, rachaduras ou indícios de quebra.

Aliás, deve ser feita observações visuais também na string box, estruturas de fixação, cabos e conectores. Essas observações podem ser feitas pelo próprio usuário, reduzindo os custos com manutenções corretivas ao identificar possíveis danos.

Outro ponto importante é sempre fazer o acompanhamento online do inversor. 

Manutenção Preventiva do Sistema Fotovoltaico

A  manutenção preventiva é EXTREMAMENTE FUNDAMENTAL!

Ela tem o objetivo de reduzir o risco de avarias no sistema gerador.

Na estrutura de fixação são importantes:
– Verificação de oxidação;
– Inspeção e alinhamento da mesa (usina de solo);
– Verificação dos grampos de fixação;
– Amostragem e verificação do torque das conexões e parafusos;
– Verificação do aterramento.

Na string box, você deve:
– Verificar conectores dos cabos DC;
– Verificar os cabos de entradas e os prensa cabos;
– Verificar sinais de superaquecimento e arco elétrico;
– Verificar os terminais e o isolamentos termo retrátil;
– Verificar o aperto correto contra surto;
– Verificar o aterramento;
– Fazer o reaperto.

Já nos cabos e conectores você deve:
– Verificar os conectores MC4 das strings;
– Verificar os terminais dos cabos de baixa tesão CC;
– Realizar inspeção termográfica dos terminais dos cabos de baixa tensão CC (string box e inversor);
– Teste de isolamento dos cabos de baixa tensão CC

E nos inversores você deve:
– Verificar o ambiente físico (caso esteja num ambiente hostil é importante verificar como está o ambiente ao redor do mesmo (se há muita incidência de calor, se tem algo algum objeto ou estrutura bloqueando ele…);
– Limpeza do ventilador, grade, trocador de calor, filtro;
– Inspeção geral quanto à danos ou rompimentos;
– Verificar vedações e presença de umidade;
– Verificar sinais de sobreaquecimento e arcos elétricos;
– Medir a tensão com multímetro;
– Verificar proteções elétricas;
– Verificar a integridade da entrada de cabos e prensa cabos;
– Verificar e registrar a versão do firmware.

Já no caso dos módulos fotovoltaicos as manutenções preventivas são:
– Verificação da parte traseira quanto à danos;
– Verificação das células quanto à delaminação, quanto às rachaduras, oxidação, bolhas, corrosão;
– Verificação da moldura;
– Verificação da proteção mecânica (vidro);
– Verificação dos isolamentos e conexão dos cabos;
– Análise da caixa de conexão e diodo by-bass;
– Análise da Curva IxV.

E, claro, um dos itens mais importantes nesta manutenção é a limpeza dos módulos fotovoltaicos. 

Folhas, galhos, serragem, fuligem, dejetos de aves e outros pequenos animais, poeira, poluição além de outros tipos de partículas podem estar presentes nos módulos fotovoltaicos.

E qual a interferência do acúmulo de sujeira?

Em primeiro lugar, a curto prazo a sujeira depositada sobre as células fotovoltaicas dos módulos pode reduzir a produção de energia. As perdas geralmente chegam à 20% da geração.

Já a longo prazo, dependendo do tipo de resíduo acumulado, pode ocorrer manchas nos módulos fotovoltaicos, surgimento de fungos e corrosão, reduzindo assim sua vida útil.

Módulos fotovoltaicos limpos e sujos

Fonte: Silva, 2018.

E como fazer a limpeza dos módulos fotovoltaicos?

Neste ponto, a chuva dá uma ajudinha!

Porém, ainda é necessário ter uma limpeza manual periódica.

Em locais com muita chuva pode-se fazer a limpeza 1 ou 2 vezes por ano.

Já locais que não há muita chuva, o ideal é acompanhar o que tem próximo ao seu sistema para ver se não tem emissão de algum tipo de fuligem ou alguma poeira que possa prejudicar a geração do sistema. Se houver vai ter que fazer uma limpeza mais frequente.

A limpeza manual do sistema de energia solar não exige mão de obra especializada, podendo ser realizada pela empresa instaladora do sistema ou pelo próprio usuário, seguindo é claro alguns critérios de segurança.

A principal regra de segurança é realizar a limpeza apenas quando o sistema estiver totalmente desligado, preferencialmente em dias de temperatura amena ou nublados e sem chuva.

Caso os módulos fotovoltaicos se localizem em locais altos, o cuidado deve ser redobrado por questão de segurança física.

Frequência de Limpeza

É recomendável limpar os “painéis solares” uma vez por ano ou a cada seis meses, conforme as condições climáticas e atmosféricas do local, que vão causar maior ou menor acúmulo de sujeira sobre as placas.

Nesse sentido, locais com menor incidência de chuva ou índice elevado de poluição podem exigir limpeza mais frequente.

Produtos para Limpeza

É aconselhável utilizar apenas água e um pano limpo ou uma esponja limpa com cerdas macias.

Contudo, não se recomenda utilizar produtos químicos, abrasivos e pressurizador com jato direto, para evitar danos à superfície dos módulos fotovoltaicos.

Posição

Não se apoie ou faça força sobre os módulos. A limpeza do sistema deve ser feita suavemente e, de preferência, do chão, por meio de um acessório longo que alcance até a altura dos módulos.

Custo para manutenção

Já o custo de manutenção dos módulos fotovoltaicos é praticamente zero, pode ser realizado pelo próprio usuário ou por uma empresa qualificada. O custo é de aproximadamente 0,5% ao ano do valor inicial do sistema.

Agora olha a foto abaixo, foi da época do meu estágio. Todos os dias fazíamos testes padrão em 3 módulos:

– um que era limpo todo dia com pano úmido;
– outro com um produto específico e;
– outro sem limpar.

(Fiz essa cara porque meu orientador de estágio disse que parecia que estávamos de férias 😂).

Limpeza dos módulos fotovoltaicos

Aprendi muito nesse estágio!

Fiz questão de compartilhar essa foto com você, pois foi nesse laboratório que aprendi tudo sobre o sistema fotovoltaico, sobre os módulos, inclusive como proceder com a limpeza.

Limpeza de módulos fotovoltaicos
Limpeza de módulos fotovoltaicos

Manutenção Corretiva

Mesmo com as manutenções anteriores, ainda é necessário realizar a manutenção corretiva no sistema fotovoltaico.

O inversor, deve ser substituído por volto do 13º ao 15º ano de uso.

E, no caso dos módulos, quando algum estiver no seu fim da vida útil, deteriorado e com baixos rendimentos é necessário a substituição do mesmo.

Aliás no caso das estruturas de fixação, string box, cabos e conectores caso exista necessidade também pode ocorrer a substituição dos mesmos.

Apesar disso, o usuário em hipótese alguma pode desmontar o sistema por conta própria. Essa manutenção deve ser realizada por empresas especializadas no assunto de energia solar.

Mas lembro que, quando as manutenções preventivas e preditivas estão OK, o seu sistema fotovoltaico estará funcionando.

Tais manutenções além de reduzir os custos com eventuais reparos ou reposição de peças, aumentam o aproveitamento da energia solar e ampliam a vida útil do sistema.

Mantendo as ações de limpeza e inspeção periódicas, os custos com a manutenção de sistema solar fotovoltaico tornam-se praticamente nulos.

Gostou desse artigo sobre como fazer a manutenção de sistema solar fotovoltaico?

PREENCHA SEU EMAIL ABAIXO e receba o RESUMO do post.

loading…

E se você Energista, quer aprender tudo sobre Energia Solar, conheça nosso curso de Energia Solar.

Até breve!
Joi e Equipe Energês.

Siga-nos e compartilhe a informação

2 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Open chat
1
Fale conosco
Olá 👏
Como posso lhe ajudar?